Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

18.05.20

Diário de uma guerra invisível

Anita

#Dia 67

A minha mesa da sala é um posto de trabalho. O meu e de quem decide naquele dia ter aulas junto de mim, especialmente os príncipes mais novos (estes tem que ser). O Afonso dormiu toda a manhã, até pensei que pudesse estar doente, felizmente não! O Tiago veio para o meu lado assistir às aulas. O Mini estava todo feliz pois aprendeu uma nova letra, a letra H.

 

não_me_canso_disto_afonso3.JPG

 

não_me_canso_disto_mini7.JPG

 

não_me_canso_disto_tiago.JPG

 

Durante a manhã o almoço foi fazendo devagar. Assim, na hora do almoço sobrou-me mais tempo. O Mini quis ir comigo passear a Eevee. Apanhar sol faz bem a todos. Todos precisamos de ar nesta altura. O Mini pegou em malmequeres e decidiu ver se os pais gostam dele - mal-me-quer, bem-me-quer,... Pelos visto queremos-lhe bem. Mas rapidamente notou que deu bem-me-quer porque das 2 vezes começou em bem-me-quer, porque se tivesse começado em mal-me-quer daria mal-me-quer no fim. Os malmequeres têm o mesmo número de pétalas. A lógica não lhe escapa.

 

não_me_canso_disto_MIni5.jpg

 

não_me_canso_disto_MIni6.jpg

 

O Mini quando chegou a casa, talvez com saudades da normalidade (o que não voltaremos a ter como antes) quis vestir o equipamento dele de futebol. Lá lhe mudei de roupa. Qualquer dia cresce e já não lhe serve. Que brinque e se divirta. 

 

não_me_canso_disto_MIni9.jpg

 

Ao final da tarde chegou a nossa nova ajudante. A velhinha tinha nos abandonado no início da quarentena, e há mais de 67 dias que lavávamos loiça à mão. Mal chegou funcionou logo. Fazia-nos falta.

 

não_me_canso_disto_máquina.jpg

 

Fui às compras ao Continente. Já não conduzia para fora da vila à muito tempo. O Tiago quis ir comigo. Munidos de máscara, eu de luvas, lá fomos. Ele não tocou em nada. No fim ambos sentíamos uma sensação estranha de que estaríamos do sítio errado. O Nova Arcada parece um sítio estranho. Estavam poucas pessoas e todos se afastavam uns dos outros... Muito estranho! Só fui ao Continente, porque um Diogo queria um livro e lá podia comprá-lo.

 

18.04.20

Diário de uma guerra invisível

Anita

#dia 37

Hoje de manhã fui com o marido até ao supermercado, enquanto ele foi às compras eu fiquei no carro à espera. Parecia um dia normalíssimo. Tanto movimento tanto de carros como de pessoas. As pessoas entram e saem do supermercado sem qualquer proteção - nem máscara, nem luvas. Pegam nos carrinhos de compras, onde antes pegou outra pessoa, sem qualquer medo ou receio. Questionei-me: "Será que não estou no mesmo mundo daquelas pessoas?!?"

Dali fomos buscar um computador que nos emprestaram para o Afonso puder assistir às aulas sem problemas. Ainda há pessoas que se preocupam com os noutros. Dará para o Afonso e para o Mini, visto que têm aulas por videoconferência em dias alternados.

A Eevee hoje não fez as suas voltas habituais. Fomos mais longe com ela. Anda super bem de trela.

 

não_me_canso_disto_eevee.jpg

 

Tive oportunidade de ver um filme.

Não me posso esquecer, na noite anterior, já a dormir, o meu filho mais velho entrou pelo quarto a questionar se não ouvimos o estrondo. Sério!!! Estávamos já a dormir! Pelos vistos a terra tremeu e o príncipe assustou-se um pouco. Não foi muito bem recebido por me ter acordado, mas aquilo fez-me sonhar com terramotos toda a noite...

 

30.03.20

Que estranho!

Anita

Eu sei que todos nós falamos do mesmo. Mas a altura em questão acaba por nos levar todos a ter as mesmas experiências, os mesmos medos, as mesmas expectativas...

Hoje, ao contrário do que tem vindo a ser habitual, nesta altura de contingência, tive que ir ao supermercado. Geralmente é o meu marido que vai, isto porque achamos que se sair só um de nós a probabilidade de sermos infectados reduz.

Assim sendo, à hora de almoço, lá fui ao supermercado. Não ia nada calma, não ia como é normal. Tudo me parece estranho. Pensa-se em tudo, onde se toca, como vamos mexer nas coisas. Tudo é bem pensado.

As pessoas afastam-se das outras. Se há uma pessoa num corredor, vamos para outro. Não há sorrisos. Não se fala. 

A minha vontade era sair dali muito rapidamente.

Ainda bem que levei uma lista de compras, senão metade não tinha trazido.

Quando me sentei no carro senti um alivio enorme.

Como fazer compras se tornou penoso!

Esta pandemia vai mudar tanta coisa em nós...

 

não_me_canso_disto_flores.jpg

 

16.07.19

A escolha improvável

Anita

Quando os príncipes fazem anos, especialmente os mais novos, gosto que vistam uma roupinha nova.

Os príncipes mais novos de maneira geral têm muita roupa, por isso raramente lhes compro roupa. Toda a roupa é dos príncipes mais velhos ou alguma que me dão. Como a roupa ainda está em bom estado não há necessidade de fazer esse investimento.

No entanto, no aniversário, para ser diferente (talvez a única altura do ano), gosto de lhes comprar uma roupinha nova ao gosto deles.

Ontem, tínhamos ido com o João às compras, e como o Mini estava connosco, decidi ver na loja se ele gostava de alguma coisa. Mal nos aproximámos de um escaparate, ele pegou logo numa camisa. Olhei e não gostei nada. Mas perante a alegria dele decidi lhe vestir. E, não é que a camisa lhe ficava tão bem! Seria a escolha improvável para mim, mas acedi à sua escolha e surpreendeu-me.

Depois fomos ver uns calções. Encontrámos uns bem giros, que ficavam tão bem com a camisa.

Ele estava tão feliz com as suas compras, que na hora de pagar pediu ao rapaz da caixa um saquinho só com a roupa dele. O rapaz foi um querido e fez-lhe a vontade.

Só largou o seu saco em casa.

Agora só faltam os sapatinhos...

Venha o aniversário!

 

Nao_me_canso_disto_compras.JPG

 

26.06.19

Aprenderei?!?

Anita

" - Mãe compra-me o jogo, o Crash."

 

Lá vou eu contente e feliz da vida, olho para o jogo, pago e toda feliz entrego em casa.

 

a153e672cc4d11c4866b6cc68be41b46e6ebc5df.jpg

 

" - Não é este! Sabias que era de corridas..."

 

Claro... Claro que sabia! Até os ouvi dizer que só havia um Crash para a PS4... Porque motivo iria desconfiar que há VÁRIOS!!!

 

Hoje lá fiz a troca. A vantagem é que na Worten podemos trocar em qualquer loja e à hora de almoço fiz a troca numa Worten perto do trabalho. (desde já super simpáticos os funcionários da Worten)

Espero que seja mesmo este...

 

66d8ad23e3b720d65ef7d3567d78782223cbd1fd.jpg

 

E, nunca mais compro nada sem eles presentes. Assim evitarei trocas...

 

28.05.19

Que falta de cuidado!

Anita

Hoje, à hora de almoço, para ocupar tempo fui a uma loja de artigos para o lar.

Quando estava a pagar, ouvi uma das funcionárias a falar com o patrão que tinha terminado uma chamada com uma cliente e estava visivelmente alterado.

Há coisas que não se devem dizer perante os clientes. Há coisas que não se devem fazer.

Este senhor estava chateado com alguma cliente, e sem ter atenção às pessoas que estavam na loja, dizia para a empregada com tom elevado.

 

"Se ela vier aqui não entra, que eu não deixo"

"Se ela vier, e eu não estiver, chama a polícia"

"Aqui quem manda sou eu"

 

Acredito que pudesse estar fora de si, pois nem sempre o "cliente tem razão", mas deveria tratar o assunto longe dos outros clientes. 

Está possivelmente a transmitir uma ideia errada do espaço. Uma ideia de rudeza, má educação e pouca consideração pelo cliente final. Precisa dos clientes para manter a loja aberta.

Estas questões, com ou sem razão, nunca, mas nunca, devem ser tratadas em frente dos clientes. NUNCA.

 

21.05.19

Só me falta...

Anita

Já só me faltam algumas centenas de euros...

Pois, desde o início do ano, que decidi carregar o cartão continente com os vales de compras/descontos que o hipermercado me vai facultando. Migalha a migalha lá vou andando, no final do ano espero comprar a máquina de cozinhar Yammi, descontando o valor em cartão na compra da mesma.  

Por isso, senhores das promoções e outras confusões do Continente, no final do ano que tal uma boa promoção para a Yammi.

Uma família numerosa conta convosco!

 

09.05.19

A felicidade de uma cereja

Anita

Ontem, o Mini quis ir ao supermercado comigo e com o pai. Eu estava com uma enxaqueca daquelas que nos deixam muito mal dispostos e que não queremos ouvir ninguém.

Enquanto esperava a vez na zona da charcutaria aparece ele com algo na mão. Os olhos sorriam de tanta felicidade.

 

" - Olha mãe (enquanto abria a pequena mão com algo vermelho no meio), já há cerejas."

cereja.JPG

 

Ele adora cerejas.

Não consegui resistir àquela alegria que nos contagia. Tive que sorrir, mesmo que estivesse mesmo indisposta.

A felicidade deles contagia.

 

O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e a História

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D