Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

27.02.18

Um olhar em redor

Anita
No domingo, tivemos de levar o carro do meu marido ao mecânico. Depois de quase não ter luzes foi ao mecânico e veio tão bom, que nem as desligava!  Tivemos que o voltar a levá-lo.
Enquanto o meu marido deixava o carro na oficina, eu dedicava-me a olhar com atenção o que estava em meu redor. Fotografei edifícios, flores e comboios, especialmente este que achei tão belo.
 
 

 

28.10.17

Em descendente...

Anita

Quando já tudo está complicado, tudo parece correr menos bem, vem mais uma coisinha para nos arrasar: o carro avariou! Podia ter esperado para amanhã... mas tinha que ser hoje!

21.09.17

Quando o marido fala...

Anita

O que o meu marido gosta de me dizer:

" - Tens visto o óleo do carro? Tens que estar atenta..."

O que eu oiço na realidade:

" - Blá, blá, blá... tenho que ver o óleo..."


[Pronto: coisas de homens. E, em coisas de homens não me meto!]

01.08.17

O meu 1º carro

Anita
Foi comprado com o objetivo de o conduzir. Já tinha carta à mais de 10 anos, mas vontade de conduzir: 0 (zero).
Não foi logo que andei com ele (talvez 2/3 anos depois de o comprar),  só quando fiquei grávida do Afonso e depois dele nascer tive mesmo necessidade de conduzir. Comecei em percursos curtos. Muitos nervos. Medo, nem se fala... Aos poucos fui-me habituando. Os dois fizemos viagens que nunca pensei fazer (comigo a conduzir, como é óbvio!) .
Ontem passou para outra família. Que se comporte tão bem com os outros como o fez comigo. 


10.01.17

Só para aprender...

Anita
O marido é quem tira o meu carro de manhã da garagem. Ontem, como levou os miúdos à escola, levou uma das cadeirinhas do meu carro para o dele (fui eu que me lembrei da troca). Hoje, nem se lembrou de voltar a colocar a cadeira no meu carro.
Eu tenho sempre a preocupação de o avisar das cadeiras, ele nem pensa nisso...
Quando cheguei ao carro e vi que só tinha uma cadeira fiquei chateada, fula... Pensei: "Como não tenho cadeira, hoje vai estar a polícia na escola." Disse ao Afonso que cedesse a cadeira dele ao Miguel, pois é mais alto, e o Afonso foi sem cadeira, mas de cinto.
Liguei ao meu marido, já no trabalho, e disse-lhe que não me deixou a cadeira, mas como a policia estava na escola tinha 125€ para pagar. Ele, assumiu o erro, e despachou-me.

Quanto à policia estava pelo caminho, não junto à escola.

Depois de desligar enviei-lhe uma sms para ele não passar o dia preocupado:

Ele mandou um e-mail de volta:

Somos uns fofos!!!

30.12.16

2016 em revista

Anita
2016, não deixa saudades. Não foi um ano mau, mas também de bom nada teve. Por isso, 2017 te aguardo.

Ficam alguns dos momentos mais significativos de 2016.

Janeiro:


Começou o ano com a troca de escola do Afonso. Depois de uma má escolha, tivemos que voltar a pôr o Afonso no Centro Escolar do burgo. Infelizmente, os 3 meses que passou na outra escola, foram muito negativos. Ainda bem que o voltámos a mudar.


Fevereiro:


À muito que não íamos com eles à neve. Com a neve tão perto não se poderia perder a oportunidade. Não foi uma boa viagem, pois o meu marido vomitou o caminho todo, mas deu para os príncipes se divertirem um pouco.


Março


Tivemos a visita da prima (minha sobrinha). Todos gostam da Babi e tê-la um fim-de-semana é a loucura dos primos.


Abril


O João tinha um pequeno quisto no peito e foi retirado. Não era nada de especial, mas por vezes provocava-lhe dor e para um rapaz na adolescência pode ser constrangedor.


Maio


Novo carro aqui para a rainha do tasco. Novos stresses com esta questão, pois como "adoro" conduzir, ter novo carro é sinónimo de muitos nervos.


Junho



Férias. Que melhor que as férias? Uns dias a sul valem ouro. Os dias são de nós 7. Passamos o tempo todos juntos, sem correrias, sem stresses. Fazemos o que queremos todos juntos.


Julho


Com a minha sogra internada, o mês decorreu à volta da sua recuperação e das visitas ao hospital.


Agosto


O momento alto do mês foi a homenagem que no Santoínho fizeram a algumas senhoras de Darque que tinham participado na Parada da Senhora da Agonia, à 60 anos. Uma dessas senhoras foi a minha sogra. Um final de tarde passado de forma diferente.


Setembro


Com a ida do Mini para a escolinha foi necessário o desfralde. Correu melhor que o esperado. Numa semana o processo ficou concluído.


Outubro


A Noite de Bruxas foi o ponto alto deste mês. Os príncipes mais velhos convidaram os amigos e divertiram-se com eles.


Novembro


Um pedido chegou da escola: fazer uma roseta para depois se criar uma manta de rosetas grande, com as rosetas efetuadas pelos pais, no âmbito do projeto Namorar Portugal. Já à anos não tocava em croché, mas lá tentei e dei o meu melhor no projeto. Fiz mais que uma.


Dezembro


O primeiro ano que o Mini deu real importância ao Natal. Natal com miúdos é sempre especial.



Vamos ver o que nos reserva 2017.
22.11.16

A tecnologia

Anita
O sensor da mala do meu carro, quando está o tempo mais frio ou húmido, decide não dar. Ontem, fui às compras e coloquei os sacos sem problemas na mala. Ao chegar a casa tentei abrir a mala sem sucesso. Como o meu marido consegue sempre, pedi-lhe que retirasse as compras quando colocasse o carro dentro da garagem. Assim, quando ele se dirigiu ao carro, para o pôr dentro da garagem, tentou abrir a mala. Tentou, tentou, tentou... e, tentou...sem sucesso. Eu estava a tirar o carro dele da frente da garagem para ele entrar com o meu, quando ele se dirige à porta do carro, tenta abrir e... e pergunta-me onde está a chave do carro.
Bem, depois de ter ido buscar a chave, abriu a mala do carro sem problemas. E, o carro também! 
Parece que quando o carro está trancado o sensor também não funciona.

04.11.16

Ambientador Português

Anita
Temos ambientadores para o carro com cheiro a flores, a canela, a baunilha, entre outros... Mas, porque não termos ambientadores com cheiros mais nossos, mais portugueses. Assim, inventei o Ambientador Português:


Ainda estou indecisa qual o cheiro que vou escolher: se o chouriço de porco preto, se o chourtiço de Arganil, se a morcela de arroz ou se a farinheira... adoro todos!

Estou indecisa, mas já lhe vi muitas vantagens: além do cheiro maravilhoso e apetitoso, tem a vantagem de nos acalmar nas filas de automóveis, pois sempre vamos mordiscando o ambientador (tão natural, que até se pode comer!) ou num momento de fome, mas daqueles momentos que ficamos loucos de fome, sempre podemos nos agarrar com unhas e dentes (mais dentes...) ao ambientador e matar a fome que há em nós...

Eu já tenho o meu. Mais alguém vai aderir ao Ambientador Português?


Posso dizer: Compro o que é Nosso!

O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e a História

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D