Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Carrossel sempre a girar

27.01.21, Anita
Início da tarde, fui a Braga, à empresa onde trabalho buscar umas coisas.  Para não conduzir pedi ao meu marido que me levasse. Enquanto eu ia à empresa, ele aproveitou para ir buscar uma coisa ao Leroy Merlin. Tinha uns documentos para digitalizar e deixar lá, por isso, ainda demorei alguma tempo. Ainda tive que estar a desbloquear a impressora que tinha papel encravado.  Quando saí achei estranho ele não se encontrar! Liguei-lhe... " - O carro não pega, senão há muito estaria aí!" (...)

No meio do nada

14.10.20, Anita
Ontem, final da tarde, liguei ao meu marido para saber se já estaria perto de casa para ir buscar o Afonso à escola. Estava ainda distante. E estava tudo bem, tudo dentro da normalidade. Fui, como habitual, buscar o Afonso a pé. No regresso o meu marido liga-me. Estava algures parado (para mim seria algures no mundo), porque o carro estava a perder gasolina. Tinha colocado gasolina em Viana do Castelo e já estava quase sem gasolina, tinha feito mais ou menos 15kms. Cheguei a casa, (...)

Mini conversa

19.05.20, Anita
[Mini bebé]   O Mini estava a assistir à telescola, à aula de Estudo do Meio, em que ensina as regras para andar de carro.   Diz-me ele:   " - O sr. Agente disse que só se pode ir à frente com mais de 12 anos. O Afonso só tem 10!"   " - Mas se tiver mais de 1,35m, também se pode ir à frente. Quanto mede o Afonso?"   Este rapaz é demais, sempre a ver se estamos a prevaricar as regras. Regras são regras para ele. Já agora, o Afonso mede mais de 1,40m.  

Um olhar em redor

27.02.18, Anita
No domingo, tivemos de levar o carro do meu marido ao mecânico. Depois de quase não ter luzes foi ao mecânico e veio tão bom, que nem as desligava!  Tivemos que o voltar a levá-lo.Enquanto o meu marido deixava o carro na oficina, eu dedicava-me a olhar com atenção o que estava em meu redor. Fotografei edifícios, flores e comboios, especialmente este que achei tão belo.  (...)