Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

21.07.17

Há sonhos que se realizam #4

Anita

Tínhamos uma viagem marcada à muito: Piódão, mas sempre que tentávamos ir acontecia alguma coisa e tínhamos que adiar.


Mas no sábado, lá fomos. 3 horas e tal de viagem, montanhas e mais montanhas; miúdos a questionar se ainda falta muito, que já estão fartos de montanhas,... lá chegámos.
Bem, valeu bem a longa viagem, mas vale mesmo. Piódão é simplesmente lindo. Simplesmente, porque a sua simplicidade faz daquele espaço um lugar mágico. E, apaixonámo-nos por aquela pequena terra. 

Subimos e descemos ruas, subimos e descemos escadas. As pequenas vielas de xisto não deixam ninguém indiferente. No meio da aldeia o calor não se sente tanto. As casas, as ruas são lindas. 











Um pequeno canito dormitava numa sombra. Nem se mexeu na nossa passagem. Mais tarde descobrimo-lo noutro local, próximo do dono talvez, onde o Afonso aproveitou para lhe fazer festas.



A hora ia avançando, o calor também. Descemos até à piscina natural, talvez com a ideia de tomar um banho, especialmente os miúdos, mas começámos por sentir a água. Água gélida, mesmo de montanha, só os pés resistiam, mesmo assim tínhamos que os retirar aos poucos para fora de água. Acho que não havia gelo por acaso... Uma praia natural, com nadadores salvadores e tudo (2), mas onde só os mais corajosos se atrevem a molhar o corpo.


Depois de estarmos bem frescos, bastou molhar os pés, continuámos a nossa aventura por Piódão. Subimos de novo à aldeia, com o objetivo de chegar à praça central, onde se encontra a maior parte do comércio e a igreja.


Passámos por acaso pela pequena loja do sr. Lourenço. Cá fora tem uma banca com imans, casinhas, cestos e alguma fruta apelando à visita na sua loja. Parámos para comprar alguma coisa. O príncipe mais velho adora figos, ali estavam grandes figos, escolheu-os cuidadosamente mas acabaram por ficar, sem que déssemos conta. Que pena, tinham tão bom aspeto.



Já no centro fomos ao Solar dos Pachecos. E, depois aproveitámos que a igreja estava aberta para visitar.




Piódão foi uma agradável surpresa. Voltaremos com mais tempo para desfrutar daquela serenidade, daquela beleza, daquele ambiente. Em cada esquina algo nos surpreende.







Ali comemos as primeiras amoras este ano.


Só tenho pena que seja tão longe... Até os príncipes gostaram daquela aldeia. Sem dúvida uma das aldeias mais bonitas de Portugal.


15.08.16

Passeio Diário do Spike #18#

Anita



Final da tarde, o sol já se põe, não haverá melhor momento para o passeio do Spike. As cores castanhas predominam, havendo aqui e ali algumas amoras.






O Spike indiferente a tudo isto só se preocupa em correr um pouco, cheirar bastante e fazer o seu percurso habitual.



Pelo caminho vemos algumas penas no chão: que terá ali acontecido? Continuamos o nosso caminho, sempre com a antena por perto. O Spike adora estas voltinhas diárias e fazem-lhe muito bem.




07.07.15

Passeio Diário do Spike #14#

Anita

E, lá vai ele. Anseia por este momento no dia. A sua fuga, a sua libertação. Cheira aqui, cheira ali, e continua cheirando por todo o lado...





Com a idade fica cada vez mais meigo, mais próximo de nós.


Enquanto o Spike passeia, eu vou vendo as diferenças. O Verão não é rico em flores. As cores dominantes começam a ser os verdes secos e os castanhos. No entanto, há beleza em tudo, quando a conseguimos ver! 



E, as amoras estão quase aí...


Assim é mais um passeio do Spike, debaixo da vigilância atenta de uma antena, que está sempre lá, provavelmente, a permitir a comunicação de todos nós; talvez esta...



06.09.13

Amoras

Anita
Ontem o carro, o meu carro, decidiu deixar de fechar as portas. O rádio também deixou de dar. Hoje seria importante levá-lo ao mecânico, o que fiz. O João foi comigo.
Perto da oficina vimos muitas amoras. Como era suposto regressarmos a casa a pé, decidimos que virámos por aquele lado.
Mas, o mecânico, embora de férias, viu que o problema era de fusíveis e substituíu-os logo. Assim, fomos apanhar as amoras e viemos de carro para casa.

 
E, onde pusemos as amoras? No único recipiente que tínhamos no carro, uma garrafa de água. Assim trouxemos amoras para os outros príncipes, e trouxemos também alguns arranhões e picadelas...
 
 
12.07.13

Passeio Diário do Spike #7#

Anita

O passeio do Spike continua a ser uma rotina diária. Embora o espaço seja quase sempre o mesmo, e o Spike só parece se interessar nos cheiros, todos os dias há diferenças.

 
Insectos diferentes, que parecem joaninhas, mas na realidade não são, e que parecem adorar finas ervas, balançando ao sabor do vento.
 

 
?
?
As amoras (que os príncipes adoram) estão quase, quase aí:


Diferentes flores: pequenas, médias, grandes





Há também obstáculos a ocupar o nosso percurso, que se percurrermos o mesmo caminho no escuro seria um pouco estranho.


e claro, o Spike sempre interessado nos cheiros.

 
A realidade, é que os passeios do Spike cada vez são menos stressantes. Não sei se será por estar grávida, mas puxa-me menos, arrasta-me menos atrás dele. Muito mais interessantes e relaxantes, penso que tanto para ele, como para mim.

 
22.08.12

Amoras

Anita

Se há coisa que gosto é de amoras. Os príncipes também gostam. O príncipe mais novo quando provou não gostou, mas agora está sempre pronto a comer amoras. Ontem, enquanto fui passear o Spike, apanhei algumas. Os príncipes comeram-nas num ápice. O mais novo ao deitar ainda tinha vestígios, a cara toda preta; nada que um toalhete não limpe.

O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e o que dizem

Anita e a História

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D