Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

14.06.19

Pão Santo

Anita

Uma das tradições que adorava quando era pequena, na minha pequena aldeia, era o pão benzido.

De manhã as mulheres levavam cestos ou tabuleiros cheios de pão à igreja para serem benzidos, enfeitados com flores.  Ficava um cheirinho na igreja. Depois as crianças organizavam-se em pequenos grupos e iam de casa em casa pedir Pão Benzido.

Não sei se as crianças ainda percorrem as ruas pelo pão, mas o pão ainda é levado à igreja. Pão caseiro tão bom.

 

62268372_405106970344315_132014950943031296_n.jpg

Foto carinhosamente cedida pela minha amiga Fernanda 

 

Foi tão bom ver as fotos deste ano e recordar os bons momentos de infância.

 

16.10.18

Quero voltar para a ilha...

Anita

Capture.JPG

 

Nos dias de outono, quando o cheiro de fogueiras se sente no ar, imediatamente eu regresso à minha infância.

 

"Saí do autocarro, sente-se o cheiro de humidade no ar. Um cheiro de fumo que me trás conforto chega ao meu nariz. Caminho alguns metros, abro a porta da cozinha e ali está a razão do cheiro a fumo na rua. O meu pai está sentado perto do fogão de lenha a aquecer-se. É bom chegar a casa. Rapidamente me cede o lugar."

 

Adoro o cheiro a fumo no outono. Para mim o cheiro da fumo nos dias de outono é sinal de conforto, mas ao mesmo tempo dá-me umas saudades...

 

Eu não quero voltar para a ilha, quero voltar para a aldeia... 

 

12.10.18

Anita pelo mundo

Anita

É sexta-feira. Que dia tão belo. É também dia do Follow Friday do Sapo

 

21198609_Pvu0O.jpg

 

Hoje vou dedicar um espacinho do meu tasco ao blog Histórias à Beira Rio. Um blog inspirado nas bibliotecas ambulantes. Faz-me recordar quando eu ia à biblioteca da Fundação Calouste Gulbenkian, que uma vez por mês parava na minha aldeia. Momentos mágicos.

 

Este blog é cheio de excelentes descrições das nossas aldeias, das suas gentes, das vivências e da nossa cultura.

 

O que define este blog:

 

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

 

Passem por lá. 

 

18.08.18

Caminhada por Sistelo

Anita

Nao_me_canso_disto_siatelo992.jpg

 

Sistelo tem uns excelentes passadiços, com um percurso simples, belíssimo, sempre ao lado do rio, e que até uma criança pode fazer.

Por isso, que melhor sítio para nós caminharmos?

 

Nao_me_canso_disto_siatelo95.jpg

 

Depois de um piquenique, fizemos uma caminhada nos passadiços de Sistelo. Descemos da aldeia até ao rio. Aí os príncipes mais novos tiveram oportunidade de se molharem e refrescarem no rio. 

 

Nao_me_canso_disto_siatelo2.jpg

 

O percurso junto da água é lindo. O verde da paisagem, as pedras redondinhas no rio, a água límpida a correr. Árvores lindas. Pequenas cascatas.

 

Nao_me_canso_disto_siatelo4.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo5.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo6.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo7.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo9.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo51.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo52.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo91.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo92.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo93.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo94.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo96.jpg

  

Vimos 2 lagartos no nosso percurso e várias borboletas. Esta foi a que quis ser fotografada. E, era belíssima!

 

Nao_me_canso_disto_siatelo99.jpg

 

Aproveito sempre para trazer louro para a minha comida - abastecimento anual.

Terminada mais uma caminhada, há que tirar a foto típica dos rapazes cá de casa. Houve alguns elementos, que ficaram mais interessados no telefone; aqueles que parece que limparam meia montanha, tal era o nível de sujidade na sua roupa...

 

Nao_me_canso_disto_siatelo993.jpg

 

No final, mais um lanche, em jeito de piquenique. Fomos visitados por um gato, que teve oportunidade de partilhar do nosso farnel.

 

Nao_me_canso_disto_siatelo994.jpg

 

Nao_me_canso_disto_siatelo995.jpg

 

07.08.18

Pássaros do Norte de férias - Festa na aldeia

Anita

IMG_20180728_215405.jpg

 

Há festa na aldeia. 

 

IMG_20180728_214922.jpg

 

Festa na aldeia é a oportunidade perfeita de encontrar quem não se vê à muito: primos, tios, amigos, familiares,...

A aldeia de Montes é pequena, mas os príncipes gostam da festa. Sentem-se livres.

A festa anima a aldeia. As noites de verão ficam mais animadas. Apetece sair para a rua e colocar a conversa em dia. 

 

IMG_20180728_215428.jpg

 

IMG_20180728_223652.jpg

 

IMG_20180728_220014.jpg

 

 

29.06.18

Este verão eu vou...

Anita

Este tag consiste em fazer uma lista de 10 coisas que pretende fazer este Verão.

 

21080826_gZYmD.png

 

Regras:

 

  1. Agradecer a quem o nomeou, fazendo uma ligação para o blogue em questão;
  2. Fazer uma lista de dez coisas que gostaria de fazer - e que sejam exequíveis - este Verão;
  3. Nomear cinco bloggers para fazer o mesmo.

 

Fui nomeada por duas bloggers a Peixa e a Catarina. Às duas muito obrigada por se lembrarem aqui do tasco.

 

Vamos lá às dez coisas que quero fazer esta verão:

 

  • Dormir; dormir muito, para recuperar a energia. 

 

  • Comer caracóis e percebes.

 

  • Fazer muitas refeições no exterior. 

 

  • Passear na natureza. Venham de lá os piqueniques e as caminhadas em família. 

 

  • Caminhar na praia. 

 

  • Conhecer locais novos. Alguns em Espanha. 

 

  • Ir a um parque aquático com os príncipes. 

 

  • Fazer muita coisa na costura. Projetos não faltam. Venha o tempo… 

 

  • Passear na minha aldeia lá para os lados do Oeste. 

 

  • Obras lá em casa. Típico… 

 

 

E, nomeio:

 

Gorduchita 

A Vida na Quinta

A 3ª Fase

Engraçadinha

Alfa

 

 

 

 

 

 

01.06.18

Anita já foi criança

Anita

Nao_me_canso_disto_criança.jpg

Fui criança. Uma criança super feliz. Cresci numa pequena aldeia, onde pouco mais havia que espaço. Espaço verde para correr e imaginar. 

Só fui para a escola aos 6 anos, até lá não tive na creche, mas tive os meus pais, as minhas irmãs e os amigos, que olhavam por mim, quando os meus pais ou irmãs não podiam. A escola era perto de casa, ia sozinha a pé e regressava. Quem não o fazia o mesmo naquela altura? No Natal via os brinquedos que eram colocados nas pequenas montras das duas lojas que ali existiam, e ficava ali a sonhar. Também os presépios e as árvores de Natal me fascinavam.

Nos Santos Populares eram feitas fogueiras em vários pontos da aldeia. Tentava corrê-las todas. O melhor mesmo era saltar à fogueira. A animação, as conversas, em noites quentes de junho.

Os bailaricos e as festas eram outro ponto alto da vida da aldeia. 

Aos domingos as crianças juntavam-se no largo da associação e brincavam. Brincavam às escondidas, à apanhada, ao elástico ou à corda. 

E, havia pirilampos... Pirilampos que nos faziam sair à noite para os ver. 

Tive o necessário, desde o amor à atenção. Por esse motivo recordo a minha infância com tanta doçura.

 

21.07.17

Há sonhos que se realizam #4

Anita

Tínhamos uma viagem marcada à muito: Piódão, mas sempre que tentávamos ir acontecia alguma coisa e tínhamos que adiar.


Mas no sábado, lá fomos. 3 horas e tal de viagem, montanhas e mais montanhas; miúdos a questionar se ainda falta muito, que já estão fartos de montanhas,... lá chegámos.
Bem, valeu bem a longa viagem, mas vale mesmo. Piódão é simplesmente lindo. Simplesmente, porque a sua simplicidade faz daquele espaço um lugar mágico. E, apaixonámo-nos por aquela pequena terra. 

Subimos e descemos ruas, subimos e descemos escadas. As pequenas vielas de xisto não deixam ninguém indiferente. No meio da aldeia o calor não se sente tanto. As casas, as ruas são lindas. 











Um pequeno canito dormitava numa sombra. Nem se mexeu na nossa passagem. Mais tarde descobrimo-lo noutro local, próximo do dono talvez, onde o Afonso aproveitou para lhe fazer festas.



A hora ia avançando, o calor também. Descemos até à piscina natural, talvez com a ideia de tomar um banho, especialmente os miúdos, mas começámos por sentir a água. Água gélida, mesmo de montanha, só os pés resistiam, mesmo assim tínhamos que os retirar aos poucos para fora de água. Acho que não havia gelo por acaso... Uma praia natural, com nadadores salvadores e tudo (2), mas onde só os mais corajosos se atrevem a molhar o corpo.


Depois de estarmos bem frescos, bastou molhar os pés, continuámos a nossa aventura por Piódão. Subimos de novo à aldeia, com o objetivo de chegar à praça central, onde se encontra a maior parte do comércio e a igreja.


Passámos por acaso pela pequena loja do sr. Lourenço. Cá fora tem uma banca com imans, casinhas, cestos e alguma fruta apelando à visita na sua loja. Parámos para comprar alguma coisa. O príncipe mais velho adora figos, ali estavam grandes figos, escolheu-os cuidadosamente mas acabaram por ficar, sem que déssemos conta. Que pena, tinham tão bom aspeto.



Já no centro fomos ao Solar dos Pachecos. E, depois aproveitámos que a igreja estava aberta para visitar.




Piódão foi uma agradável surpresa. Voltaremos com mais tempo para desfrutar daquela serenidade, daquela beleza, daquele ambiente. Em cada esquina algo nos surpreende.







Ali comemos as primeiras amoras este ano.


Só tenho pena que seja tão longe... Até os príncipes gostaram daquela aldeia. Sem dúvida uma das aldeias mais bonitas de Portugal.


O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e a História

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D