Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Ter | 23.01.24

São cartas, senhor, são cartas!

Anita

Não me canso disto.jpg

 

Quando era jovem, longe dos tempos de internet massificada, escrevia muitas cartas.

Ao longo do tempo fui guardando as cartas que recebia. Muitas desapareceram, pois estavam em casa dos meus pais e eventualmente numa qualquer arrumação deitaram ao lixo. Mas algumas ficaram por lá, arrumadas em montinhos, com um cordel à volta, dentro de um armário.

Há dois ou três anos, regressando à aldeia, vi algumas cartas ainda guardadas. Trouxe-as comigo. Que tesouro! 

Um dia comecei a ler algumas.

Conclusão:

- Algumas enviadas por pessoas mais próximas faz sentido guardar;

- Outras de antigos amigos de caneta "pen friends" já não fazem qualquer sentido - podem ir para o lixo;

- Outras, de pessoas até com quem me identificava bastante, vejo agora, passados anos, que é uma ode ao seu ego e não me identifico em nada com aquelas palavras - estas também podem bem ir para o lixo.

 

Por vezes guardamos coisas que parecem fazer sentido no futuro, mas farão?

 

2 comentários

Comentar post