Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Family in Country - aventuras

05.04.21, Anita

Andava a plantar umas árvores, numa terra, em que a erva quase é mais alta que eu (há zonas que é!), quando vejo um gato preto que não se afastava muito, deitado no meio da erva, a olhar para mim. Achei estranho o comportamento do gato, mas pensei que seria meigo e não se importasse muito com humanos por perto. 

Estava a cortar a erva e a cavar numa encosta. A erva puxava-a de cima para baixo, para cima da outra que não foi arrancada, fazendo assim com que possa vir a secar.

De repente ouvi miar. Questionei o João se não ouviu. Ele ouviu, mas disse que era miar de gatinho bebé, não daquele que estava ali perto no muro. Voltei a cavar, voltámos a ouvir o miar. Desta vez tivemos a certeza que eram gatos bebés. Mas onde estariam. Parámos e pusemo-nos à escuta. Nada! Ao passar sobre a erva cortada, ouvimos miar de novo. Os gatinhos tinham que estar debaixo da erva e eu estava a pisá-los. Com cuidado e calma, fui retirando a erva com a enxada e o meu sobrinho e os meus príncipes mais novos descobriram os gatinhos. 4 gatinhos bebés, bem no meio da erva.

Pegámos numa caixa de fruta, pus erva para tapar os buracos e colocámos os 4 gatinhos dentro. Levámos até debaixo do loureiro para a mãe os ver. Afinal o gato preto era uma gata preocupada com os seus filhotes.

Os meus príncipes e o meu sobrinho, todos queriam os gatos. O João dizia que a mãe não iria cuidar deles. Mas eram muito pequenos, seria complicado alimentar 4 gatinhos a biberão.

Continuámos o trabalho e entretanto a mãe-gata levou um. Quando tirei as fotografias já um gatinho cinzento tinha sido levado pela mãe.

 

NãoMeCansoDisto_gatos.jpg

 

NãoMeCansoDisto_gatos1.jpg

 

NãoMeCansoDisto_gatos2.jpg

 

No dia seguinte, de manhã, o João foi à terra ver se lá estariam, mas o caixote já estava vazio. A mãe-gata levou-os todos.

Foi uma aventura para os meus pequenos príncipes (incluído o meu sobrinho) e para o João. 

 

2 comentários

Comentar post