Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

29.08.18

O valor do dinheiro

Anita

Educar não é fácil

Transmitir o que é correto ou errado, também não.

Os pais têm uma tarefa importante na passagem de valores aos seus filhos.

O dinheiro é um assunto sempre sensível, mas os nossos filhos têm que saber o valor do mesmo.

O orçamento dos pais tem um limite. O dinheiro não é infinito. Os filhos têm que saber até onde se pode ir.

Assim, quando vamos às compras com os príncipes mais velhos informamos qual o limite. Se quiserem alguma coisa para além disso terão que ser eles a pagar com o dinheiro que lhes dão. Eles não se importam, e assim sabem, que quando querem muito uma coisa, essa coisa tem um custo; e o valor pode sair do "bolso" deles. 

Ficam a saber que para termos as coisas, que não são dadas, há um custo. Obriga-os a pensar bem nas aquisições e a avaliar alternativas.

 

Nao_me_canso_disto_desporto.jpg

 

27.08.18

As compras e os adolescentes

Anita

Os adolescentes não são os seres mais decididos do mundo, principalmente os meus.

Por isso, quando se vai fazer compras com eles, tem-se logo que pensar se a loja tem banquinhos para a espera (a loooonnnnggggaa espera...)!!! 

Os meus adolescentes demoram horas a escolher qualquer coisa, numa loja. É coisinha para horas...Mas, mesmo horas. 

Como eu não gosto de fazer compras, é coisinha para me obrigar a "amaldiçoar" 30 mil vezes, pelo tempo que perco. E, tomar uma dose de paciência extra, antes de sair de casa!

 

Mas, quando há uma cadeirinha, sento-me e deixo-os à vontade. Vou observando o meio envolvente. E, se estiver com o marido, há lugar a risota pela certa!

 

Nao_me_canso_disto_compras.jpg

 

24.08.18

Com história!

Anita

Gosto de ir a feiras de velharias. Nessas voltinhas, vejo muitas vezes máquinas de costura à venda.

Todos sabem que adoro costura, por isso, os meus olhinhos param logo em cima dessas relíquias.

Por vezes vejo máquinas Oliva das verdinhas, como a que eu tenho.

Mas ao olhar para elas parecem-me velhas, desgastadas. Tão velhas! Em muito mau estado...

 

Nao_me_canso_disto_Máquina_costura.jpg

 

Se calhar a minha está assim! Mas, para mim, a minha Oliva ainda é perfeita. 

A minha máquina Oliva não é velha. Está usada do tempo.

 

Quando olho para ela vejo as mãos do meu avô a trabalharem.

O meu avô era alfaiate. Esta era a sua máquina.

Já tanto coseu. Tanto irá coser.

 

Nao_me_canso_disto_Máquina_costura1.jpg

 

A minha verdinha Oliva não é igual às outras.

Ela tem história. Tem amor.

Aos meus olhos é tão diferente. 

 

Pág. 1/5

O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e a História

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D