Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

30.07.17

Festa surpresa de aniversário

Anita

Numa semana agitada, sem muito tempo para preparar nada de especial, consegui contactar com os pais de 3 amiguinhos do Afonso. Ontem, à hora marcada, sem o Afonso saber de nada, apareceram os amigos. 
O Afonso ficou super feliz. Não contava com nada, nem deu conta que tínhamos comprado um bolo.
Os outros príncipes sabiam, mas nada lhe disseram. Correu muito bem.



28.07.17

8 anos

Anita

8 anos faz hoje o Afonso. Olho para ele e penso como é possível estar tão grande.
É uma menino muito feliz, brincalhão, que gosta de ter toda a atenção do mundo (nem sempre possível), adora o irmão mais novo mas às vezes morre de ciúmes dele. Tem uma das gargalhadas mais fantásticas do mundo que coloca toda a gente a rir. No entanto, também tem muitos medos: medo de perder a família, medo de que algo corra mal, medo de errar...
Um amor que todos os dias me dá um abraço muito especial.



27.07.17

E, lá vamos nós!

Anita

Já ouviram falar de pessoas que entram na autoestrada, sem via verde, sem carteira, sem cartões, sem nada para pagar a devida utilização? Pessoas essas felizes e contentes, pois desconhecem que nada levam para efetuar o pagamento? Pois... Essas pessoas são: eu e o meu marido. Quando demos conta? Na hora de pagar... Sai uma guia para o carro 5 por favor...

26.07.17

Ai a publicidade!

Anita
Agora é só publicidade agressiva cujo público alvo são as mulheres. Homens meios vestidos aparecem em tudo que é produto para chamar a atenção de quem compra esses produtos.
O meu maridão chateia-me com aquilo, por isso, ontem disse-lhe que iria pôr aqui no tasco algumas fotos de gatos sexys.

 "- Maridão, o prometido é devido!"







24.07.17

Há sonhos que se realizam #5

Anita

A aldeia de Piódão é linda (será que eu já disse isso?!?),  e ali bem perto fica a Foz D'Égua, que é um lugar lindíssimo também.



Após voltas para arranjar um lugar para o carro, descemos umas escadas íngremes até à água. Que sítio lindo. Ali a água estava bem mais quente que em Piódão e o Afonso quis logo se molhar. O pai foi com ele. Os outros príncipes, embora estivesse muito calor, preferiram explorar a zona.



Tentámos subir até um promontório de onde se avistava Nossa Senhora, mas o calor fez-me ceder. O Mini também não ajudou, pois insistiu no colo. Com o meu coração a dar sinais de um comportamento anormal decidi ficar a meio do caminho, à sombra. O Tiago e o Diogo seguiram viagem, na exploração do local. As fotos que obtivemos são deles, que adoraram a possibilidade de explorar o espaço só os dois.








Quando seguimos viagem tínhamos sede e fome. Encontrar uma fonte seria urgente. Ali bem perto numa aldeia (Casas Figueiras) descobrimos uma fonte e um lugar fantástico para comer. Uma mesa e bancos debaixo de um alpendre. Uma nascente, onde a água, além de boa era bem fresca. Comemos, abastecemos de água e terminámos por aqui esta viagem pela serra do Açor, com o desejo de voltar...




21.07.17

Passeio Diário do Spike #25#

Anita

Final de tarde. Os dias nota-se que já estão menores. A vontade do Spike é a mesma para passear, seja noite ou dia. Corre, corre e não é fácil o apanhar devidamente nas fotos. 



Esquecemos o Spike e tentamos as flores. Isto não está fácil e com uma máquina simples, com o vento a soprar, quando se dispara nada se apanha.


Passamos por um eucalipto digno de registo: 1 pé comum de onde partem 5 enormes troncos. Este quase não se move, ideal para fotografar. Mais à frente ainda há girassóis que nasceram por ali de forma espontânea. 




Estes passeios não servem só para o Spike, também são momentos relaxantes para nós. 


21.07.17

Há sonhos que se realizam #4

Anita

Tínhamos uma viagem marcada à muito: Piódão, mas sempre que tentávamos ir acontecia alguma coisa e tínhamos que adiar.


Mas no sábado, lá fomos. 3 horas e tal de viagem, montanhas e mais montanhas; miúdos a questionar se ainda falta muito, que já estão fartos de montanhas,... lá chegámos.
Bem, valeu bem a longa viagem, mas vale mesmo. Piódão é simplesmente lindo. Simplesmente, porque a sua simplicidade faz daquele espaço um lugar mágico. E, apaixonámo-nos por aquela pequena terra. 

Subimos e descemos ruas, subimos e descemos escadas. As pequenas vielas de xisto não deixam ninguém indiferente. No meio da aldeia o calor não se sente tanto. As casas, as ruas são lindas. 











Um pequeno canito dormitava numa sombra. Nem se mexeu na nossa passagem. Mais tarde descobrimo-lo noutro local, próximo do dono talvez, onde o Afonso aproveitou para lhe fazer festas.



A hora ia avançando, o calor também. Descemos até à piscina natural, talvez com a ideia de tomar um banho, especialmente os miúdos, mas começámos por sentir a água. Água gélida, mesmo de montanha, só os pés resistiam, mesmo assim tínhamos que os retirar aos poucos para fora de água. Acho que não havia gelo por acaso... Uma praia natural, com nadadores salvadores e tudo (2), mas onde só os mais corajosos se atrevem a molhar o corpo.


Depois de estarmos bem frescos, bastou molhar os pés, continuámos a nossa aventura por Piódão. Subimos de novo à aldeia, com o objetivo de chegar à praça central, onde se encontra a maior parte do comércio e a igreja.


Passámos por acaso pela pequena loja do sr. Lourenço. Cá fora tem uma banca com imans, casinhas, cestos e alguma fruta apelando à visita na sua loja. Parámos para comprar alguma coisa. O príncipe mais velho adora figos, ali estavam grandes figos, escolheu-os cuidadosamente mas acabaram por ficar, sem que déssemos conta. Que pena, tinham tão bom aspeto.



Já no centro fomos ao Solar dos Pachecos. E, depois aproveitámos que a igreja estava aberta para visitar.




Piódão foi uma agradável surpresa. Voltaremos com mais tempo para desfrutar daquela serenidade, daquela beleza, daquele ambiente. Em cada esquina algo nos surpreende.







Ali comemos as primeiras amoras este ano.


Só tenho pena que seja tão longe... Até os príncipes gostaram daquela aldeia. Sem dúvida uma das aldeias mais bonitas de Portugal.


Pág. 1/4

O Mundo de Anita

foto do autor

Aviso

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Anita e as Fotos

Anita e a História

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D