Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Ajuda no trabalho

05.11.15, Anita
 
Ando-me a alimentar a alteia e mel. Se não tiver um rebuçado na boca, não consigo falar ao telefone. A minha voz foge, mas logo de seguida sou assaltada por um ataque de tosse.
Ainda a semana não chegou ao fim e já vou no 2º saco.
 

O Pão-por-Deus

05.11.15, Anita
O Pão por Deus, realizado no dia 1 de novembro, por tradição, deverá ser para mim a festa mais importante, a seguir ao Natal. Por isso, se é importante para mim, também deverá ser para os meus príncipes, embora não seja tradição minhota, lá fomos até coutos de Alcobaça, para o famoso Pão-por-Deus. Transmitir um pouco das nossas tradições aos nossos filhos também é importante.
Pensei que o príncipe mais velho, pela idade, pelo tamanho, não quisesse ir. Mas, ele nem colocou essa hipótese. Domingo de manhã, juntaram-se a mais 3 crianças e lá foram eles, todos menos o Mini, percorrer a aldeia, ao Pão-por-Deus. O Afonso, ao início, sem saber bem o que era, ficou um pouco indiferente, mas mal começaram a cair coisas no saco, passou logo a amar o Pão-por-Deus.
Não percorreram a aldeia toda, por cansaço, mas chegaram felizes e com os sacos bem cheios.
 

 
O Mini, esse foi indo com a avó a casa das amigas, e adorou essas visitas, pois todos lhe davam sacos com alguma coisa para as mãos: pintarolas, línguas-de-gato, chocolates,... Quando a avó dizia: "- Miguel, vamos?", ele demonstrava-se logo disponível.
 
 



Uma tradição linda, maravilhosa, que espero que não acabe, mesmo que o feriado tenha terminado! Dá gosto ver a aldeia cheia de crianças, a correr, com os seus sacos, e tão felizes.
 
?
 
O Afonso, não largou o seu saco todo o dia..., nem o príncipe mais velho!