Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Não me canso disto

Uma nova porta para o mundo...O meu MUNDO.

Não me canso disto

Seg | 26.11.12

NÃO!

Anita
Dizer NÃO por vezes não é fácil.
Ontem, tocaram à campainha. Era a vizinha do lado a pedir se poderíamos dar uma ajuda em história ao filho dela. Claro, que tendo em conta quem é, deveria ter dito NÃO, mas não fui capaz. Vi ali um desespero de uma mãe, na tentativa de ajudar a sua cria. E, pronto lá saiu o: "está bem, ele que venha!"
E, porque deveria ter dito que NÃO? À uns anos atrás, tinha o príncipe mais velho doente em casa, com 39º de febre e tinha que ir buscar os gémeos à creche. Como o miúdo estava tão doente, decidi pedir a algum vizinho se me poderia ficar 20 minutos no máximo com o menino. A única vizinha no momento em casa era a do lado, sendo que a resposta pronta dela é que NÃO! Não podia ficar com o meu filho... E, lá fui eu com o menino ao colo, rua abaixo, cheio de dores, buscar os irmãos...
Por vezes, não nos deveríamos esquecer destas coisas... Porque acabamos por dizer SIM?
 
 
 

Sab | 24.11.12

Sempre simpático

Anita
 
O Tiago, é o mais simpático de todos os meus príncipes. Tenta sempre ser simpático e afável com os outros. Nunca quer que ninguém fique mal com ele. Mas, com o irmão gémeo, é que ele gosta de partilhar.
Hoje de manhã, ao comer umas bolachas que gosta, mas que só havia um último pacotinho, antes de se afifar as bolachas, com muita meiguice, perguntou ao João se não as queria. Embora o outro dissesse que não, ainda acabou por as partilhar: 2 para um, 2 para o outro.
É tão bonita a relação que há entre irmão gémeos. A relação de amizade, amor e partilha.
Sab | 24.11.12

Parece que é o adeus

Anita
 
 
O arranjo do meu carrinho é muito caro. Como já não é novo e o arranjo é mais caro que o preço actual de mercado, a seguradora vai enviar uma proposta para ser transformado num cubinho.
Parece que é o adeus...
 
Qui | 22.11.12

Recobro @3

Anita
[à 4 dias]

[hoje]

Um mês passou. A fissura, corte, cicatriz (tanto faz)  na mão está quase tapada.
No interior da mão ainda sinto alguns puxões, deverão ser os tendões, músculos e afins, a ir ao lugar.
Ainda não esforço muito a mão direita.
Qui | 22.11.12

Azar... ou mesmo muito azar...

Anita
 
A semana passada, bateram no meu carro. Como o meu carro gasta menos gasolina o meu marido tem andado com ele. Quando o meu marido ia para o trabalho, um carro, vindo do lado esquerdo, deu-lhe um encostão na traseira lateral do carro.
Ainda não tinha ido para arranjar, faltava só agendar a peritagem, e eis que o impossível (ou quase) aconteceu. Ontem, ao dirigir-se para o trabalho, uma carrinha a sair de uma entrada particular, decide avançar no preciso momento em que o meu carrinho vai a passar. Cabrum... A frente toda partida. Parece que o carro ficou descapotável do lado direito. O capô todo torto, sem luzes do lado direito, a porta da frente, do lado direito, não abre... Mas, o meu maravilhoso carro, já velhinho, ainda andou 40kms até casa... O meu marido diz que veio a largar pedaços pelo caminho. As luzes ainda acendiam, as lâmpadas salvaram-se...
Hoje, foi para a oficina, primeiro para arranjar os arranhões de trás, depois quando os seguros se entenderem, para arranjar a dianteira (essa é que necessita mesmo).
 
Aguardamos por ti, cá em casa, carrinho.
 
P.S: Acho que vou colar uma ferradura na traseira do carro...